Now Playing Tracks

Bonito mesmo é se entregar sem ter medo de cair. É ir mesmo sabendo que um pouco mais na frente doa, é sorrir mesmo que a lágrima as vezes insista em cair. É colocar o barquinho no mar mesmo que o vento não seja favorável, é ancorar em lugar perigoso. É nadar, velejar, amar, sempre. Não tenha medo. Você vai encontrar uma pessoa certa, embora não exista a pessoa certa. Mas você vai encontrar a sua pessoa, e é ela que importa. E fazer do teu amor a âncora que mantém o barco seguro.

E de repente começa a doer, começa a apertar mais forte e machucar. De repente o orgulho quase não mais existe, o coração fica triste, e a saudade já não nos deixa sossegar! Quero colo, quero dengo, quero me embalar num abraço apertado e me esquecer do mundo! Tenho saudade dos antigos tempos, mas tenho mais vontade de ter novos tempos, um novo amor com o mesmo amor! Não é fácil, mas quem disse que seria? Afinal acho que amar é realmente isso, é passar por tudo e descobrir que no final não é nada comparado ao tamanho do amor que se sente por aquele ao qual você escolheu amar!

Amar é mandar, achar que manda, obedecer, fingir que obedece. Amar é fazer vitamina de banana com nescau, é dar bom dia espreguiçando as vértebras com os braços esticados, sorrindo envergonhado de remela nos olhos. Amar é dizer “vem cá”, ter os pés aquecidos sem pedir, comemorar o dia do primeiro beijo, chegar da festa e comer pizza gelada. Só ama aquele que começa a falar pelo fim, que diz sim sem saber a pergunta, que discute o namoro sem lugar-comum. Ama quem sai na rua pra tirar fotos, pra ver estrela riscar o céu, pra pisar na grama descalço, pra pegar um cineminha na terça. Amar é perguntar “tá dormindo?”, é descer do ônibus com o outro à espera, é cantar “she loves you yeah yeah yeah”, é morder queixo, orelha, cotovelo, panturrilha, lábio. Amar é comer uma coisa diferente e lembrar o outro, é ficar de mal, é arrumar tempo pra pensar no outro na correria do dia.
Gabito Nunes. (via assoprador)

(Source: mildoses)

Me mande mentalmente coisas boas. Estou tendo uns dias difíceis mas nada, nada de grave. Dias escuros sem sorrisos, sem risadas de verdade. Dias tristes, vontade de fazer nada, só dormir. Dormir porque o mundo dos sonhos é melhor, porque meus desejos valem de algo, dormir porque não há tormentos enquanto sonho, e eu posso tornar tudo realidade. Quando acordo, vejo que meus sonhos não passam disso, sonhos; e é assim que cada dia começa: desejando que não tivesse começado, desejando viver no mundo dos sonhos, ou transformar meu mundo real num lugar que eu possa viver, não sobreviver.
Caio Fernando Abreu.  (via resonares)

(Source: cerimoniais)

We make Tumblr themes